sexta-feira, 24 de junho de 2016

Importância da música na evangelização



Sabemos nós, espíritas, que somos espíritos milenares, e trazemos conosco, provindos de diversas encarnações, conhecimentos e tendências, que nos levam a ser quem somos. Diante dessa informação, entendemos que somos ouvintes de música de muitas outras encarnações. 
Eu, como evangelizador, escuto muito:
- “Como vou usar música na evangelização se eu não toco nada? 
Nem pedrinha na água eu sei tocar direito! 
Não consigo bater o pé e cantar junto que perco o ritmo!”

Sim eu entendo! Mas como ouvinte de muitas encarnações, sabemos que este recurso está ligado diretamente à nossa área do sentimento, pois qual é a pessoa que não se emociona ao ouvir uma música que, por algum motivo, lhe toca o coração?
Pois é... Mas hoje temos recursos que não nos deixam fracassar nesta empreitada. Cada ciclo, por exemplo, necessita de um tipo de atividade: as crianças aprendem com atividade adequada ao seu nível de desenvolvimento.


 Bebês
Começamos pelos pequenos, ainda nos bebês, acompanhados pelos pais. Usaremos recursos simples como uma música de relaxamento, para que estes venham a ter uma conexão com os pais. Estes devem usar o afeto, transferindo para os bebês todo seu amor; usar frases de amor, deixando os pequenos envolvidos nesta segurança que os pais devem transmitir para seus filhos.  
Podemos usar músicas infantis, que contenham brincadeiras, em que se possa interagir de forma sutil, despertando a atenção dos pequenos, percebendo seu olhar, pequenos gestos, sorrisos.

Nos ciclos de infância, temos os recursos mais amplos que nos bebês.
- Podemos:
·        Usar músicas infantis com coreografia;
·        Usar o conteúdo das letras para ensinar as crianças;
·        Usar ilustrações com o tema da letra da música tocada em aula;
·        Criar fantoches com os personagens das músicas;
·        Criar instrumentos de sucata ou usar instrumentos infantis para tocar juntos com a música. Mesmo que seja uma bagunça será divertido;
·        Incentivá-los a criar suas próprias musiquinhas, como toda criança gosta de fazer.

Na juventude:
-Trabalhar as aulas de evangelização ouvindo música em um volume agradável, que não atrapalhe a aula;
-Trabalhar o teor da letra desta música fazendo uma conexão com os ensinamentos do evangelho;
 Exemplo: Usamos as letras na oficina de música para discutir os ensinamentos.
- Estimular os Jovens a tocarem instrumentos;
- Criar uma oficina de música;
- Estimular os jovens a comporem letras para cantar na evangelização.

-Estimular os jovens a tocarem no período inicial da evangelização. Deve-se usar este trabalho dos jovens como:
·        Recepção inicial das aulas de evangelização;
·        Integração dos trabalhadores com os pais e evangelizandos;
·        Harmonização para iniciar o trabalho de evangelização.
        
A evangelização é um processo de desenvolvimento do ser humano, que visa o desabrochar dos conhecimentos adormecidos na criança, que é espírito milenar. E a música nos traz recursos intermináveis, que levam nossa criatividade a desenvolver essas potencialidades do espírito.
“ O som audível causa em nós efeitos físicos evidentes e perceptíveis e mais outros tantos efeitos sensíveis ou insuspeitáveis. Ao mesmo tempo, sons inaudíveis atuam na natureza à revelia de nossa razão, de modo orgânico, harmônico, evolutivo. Para cada informação sonora que possamos perceber há pelo menos nove outras atravessando nossos átomos, tecidos e ideias, das quais nem tomamos conhecimento.” (Antônio da Rosa Maestro, 2003.)
A música vai muito além do que possamos ouvir ou sentir, mas isso é assunto pra outra hora!
                                       Cilon Júnior

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Desencarne

O tema para as aulas de evangelização de hoje é...





Falar desse assunto com crianças e jovens envolve muita emoção, porque lida diretamente com o que as pessoas estão acostumadas a chamar de ‘perda’. 

A “perda” é material, momentânea. O sentimento, os laços que foram construídos entre as pessoas permanecem e as encontraremos novamente ‘do lado de lá’ e em outras vidas.


CONTEÚDO

Para estudar um pouco mais sobre o assunto, ler:

          - O LIVRO DOS ESPÍRITOS

Capítulo III – Retorno da vida corpórea à vida espiritual

(perguntas 149 a 165)

Compreende os subtítulos: A alma depois da morte; Separação da alma e do corpo; Perturbação espírita .

Capítulo IV – Item “A vida e a Morte” ,  perguntas 68 a 70.

Capítulo VI – “Ensaio teórico sobre a sensação nos espíritos”,item  257.

- O CÉU E O INFERNO

Capítulo II , Primeira parte – Temor da Morte

- TEXTOS ON-LINE:

- A desencarnação (Texto de Marta Antunes de Moura, site da FEB) 

- Desencarnação – Os diferentes tipos de desencarnação 



 Vamos às nossas sugestões de dinâmicas, músicas, vídeos...


  DINÂMICA PARA FALAR DE CORPO E ESPÍRITO


Para entender que o que morre é o corpo e não o espírito trabalhamos a música “Morto Vivo”, do grupo Evangelizar é amar(RS), presente no Cd ‘Sou criança’.

Abertura da evangelização infantil: Duração - 30 minutos

Material:

Dois contornos de bonecos de papel num papel cenário branco, que serão colados na parede, um ao lado do outro.

Várias figuras de órgãos do corpo humano: boca, nariz, sobrancelhas, pulmão, coração...

Vários nomes de sentimentos impressos: gentileza, bondade, fé, coragem, caridade...

Atividades:

- Iniciar perguntando o que há de diferente na parede. Quem é essa pessoa? São duas pessoas? Vamos ver...

Procurar as figuras e palavras escondidas pelo salão (embaixo das cadeiras, parede...). Quem encontrar segue até a frente do salão para vermos o que encontraram.

Elas falam o que encontraram e passamos a conversar sobre isso. Eles colam as figuras adequadas nos dois bonecos.

Chegar à conclusão de que os órgãos pertencem ao corpo e os sentimentos ao espírito. Perguntar: quando a gente desencarna, qual desses morre?

Ouvir o que elas têm a dizer. Falar da música.

Fazer a brincadeira de morto vivo com elas e depois ensinar a música “Morto Vivo”

Letra da música:

“Ensina o Espiritismo, Você não vai morrer

Quem morre é o corpo, A gente vive pra valer.

Entre na brincadeira

De morto-vivo:

Quem morre é o corpo, Quem vive é o espírito.

Você não vai morrer, E pode acreditar

De morto-vivo, Vivo,Vivo: Você vai ficar

Morto vivo/ Vivo morto/ Morto vivo/Vivo

Vivo morto, vivo morto

Quem morre é o corpo

Morto vivo morto vivo

Quem vive é o espírito.

Entre na brincadeira (...)”



MÚSICAS INFANTIS:

Esconde-esconde – Evangelizar é amar – cd Sou criança

Morto vivo - Evangelizar é amar – cd Sou criança

Dona Morte – André Pirola – CD 1857  

Borboletinhas – Evangelizar é amar – Cd Sou Criança
(Como fazer uma dobradura de borboleta, mais abaixo...)



 MÚSICAS PARA JOVENS E ADULTOS

Do lado de lá – Evangelizar é amar –  Cd 2 Evangelizar é amar

Reencontro – Dennis Soares – Cd Viajantes do Universo

Eu sou alma – Simplesmente almas – Cd eu sou alma

Dona Morte – André Pirola – CD 1857  



LIVROS

Esconde esconde – Adeilson Salles





 Violetas na janela - Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho (pelo espírito Patrícia)



VÍDEOS

Infantil
- O casulo e a Borboleta


(Obrigada pela sugestão, Dani!)

Esconde esconde – Evangelizar é amar

- Palestra: A desencarnação


- A morte de Dimas – O processo de desencarnação



Dobradura de borboleta





Não encontrou aquela música, dinâmica e vídeo que você conhece e que fala sobre o assunto? Mande pra gente nos comentários ou em nossa página no face (https://www.facebook.com/petalassemeandocomjesus) . 

Você vai ajudar muitos outros evangelizadores a construir uma aulinha mais legal pra nossas crianças e jovens!

Estamos esperando as suas excelentes ideias!

Um abraço!