quinta-feira, 19 de julho de 2018

Caça ao Tesouro


Tema: Espírito, Reencarnação e desencarnação
Esta atividade foi realizada em nossa casa espírita, Vila Velha - ES.

OBJETIVO: Reforçar o aprendizado das crianças sobre os temas do 1º semestre – espírito/corpo/perispírito; reencarnação e desencarnação.

ü  Tesouro estará dentro de 4 baús de cores diferentes (as cores das equipes) – colar de pisca: esse brinde representa a evolução do espírito, brilhar a luz interior. Os colares estarão dentro de um embornal, dentro do baú – simbolizando nossa evolução.
Durante toda a atividade as crianças irão carregar um embornal igual a esse, porém com saquinhos de areia (pra ficar pesado) e a cada pergunta respondida irão tirar um deles do embornal e seguir para a próxima. No final terão o outro embornal no baú com os colares de pisca ficando bem leve esse novo embornal.
Significado: O peso dos sentimentos ruins vamos deixando pra trás ao evoluirmos e a carga vai ficando mais leve, assim como nosso perispírito.
ü  As perguntas estarão com uma pessoa em cada um desses lugares: no Jardim, uma sala de estudo, área da cantina, andar da evangelização, salão, Palco.
ü   Cada equipe seguirá para um local diferente a cada pergunta para não se encontrarem. Só se encontrarão no salão, na última pista.
ü  Deixar lápis, borracha e papel em cada local das perguntas ou com elas.
Caça ao tesouro- Programação
·         Enquanto chegam, as crianças recebem tiras de TNT de cores diferentes para amarrar no braço. Cores: verde, amarelo, azul e branco.
·         Cada canto do salão tem uma faixa/espécie de bandeira de cada uma dessas cores
·         Falar que vamos fazer uma caça ao tesouro, vamos sair em busca de algo muito importante, mas que primeiro elas precisam desvendar todas as pistas pra chegarem até esse tesouro.
·         Explicar que elas vão encontrar um envelope  com uma pessoa em cada lugar, precisarão responder o enigma e seguir para o próximo. Devem guardar todas as pistas que eles receberem ( a última pista  - onde o tesouro se encontra - vai reunir a 1ª letra da resposta de cada pista).
·         Explicar também que elas terão de carregar um embornal durante todo esse trajeto e a cada pergunta respondida, retiram um saquinho de dentro do embornal e o entregam a quem estará com as pistas.
·         Um evangelizador acompanhará cada equipe.
·         Eles se reúnem na frente de cada faixa para começar.
Resumo:
1ª pista levará à 1ª pergunta e à 2ª pista;
2ª pista levará à 2ª pergunta e à 3ª pista;
3ª pista levará à 3ª pergunta e à 4ª pista;
4ª pista levará à 4ª pergunta e à 5ª pista (leva ao salão) ;
 5ª pista levará à 5ª pergunta e à 6ª pista;
6ª pista é montar a palavra atrás dos envelopes, que será palco, onde estará o baú.
·         Atrás de cada pergunta haverá uma letra que formará a palavra PALCO, onde estarão os baús.
PISTAS:
Cantina:
Aprendi tudo de bom
E agora, pra onde vou?
O que é isso? Que barulhão?
É chuva? É vento? É trovão?
Ou o rosnar de um cão?
Uma serra? Um carrão?
Ahhhh já sei! Tenho de ir a um lugar,
Assim que minha barriga roncar.

Hortinha:
Faça sol ou faça chuva,
Ela está lá, paradinha.
Quando chove, é uma alegria!
No calor, ela te chama: Me dá um pouco de água fria! 
Corre lá e abre a torneira, conte 5 segundos e feche:
Pronto!
Ela está feliz e te dará flores e folhas verdinhas.

Salas de evangelização (ficam no 3o andar da Casa espírita):
Sobe, sobe até cansar
Mas tá na hora de deitar?
 Nãaaao! Nós vamos estudar!
Tudo o que Jesus nos ensinou
E Kardec relembrou.
Para onde vou?

Grupo de estudo do salão de baixo
Se você acha
Que só você pode aprender...
Pode esquecer!
Seus pais e avós tem um lugar
Em que eles gostam de estar
E aonde também vão
Quando precisam estudar.
Para onde você irá?

Salão de cima (onde fazemos a abertura da evangelização)
Nesse lugar, muita gente
Dá um passinho pra lá,
Levanta, senta, pula...
Lá se aprende, lá se brinca,
Se diverte, canta, dança...
Mas na hora que se cansa,
Silencia e agradece
A Deus em sentida prece
Por tanta coisa linda  que criou na nossa vida.
Aonde vou?

- Para chegar ao PALCO, a pista estará atrás de cada um dos envelopes. É só juntar e organizar a palavra.

1ª pista recebida no salão:
Levará a lugares diferentes da casa – para os grupos se separarem - onde estará a pergunta a ser respondida.
A equipe chega ao 1º local, tem uma pessoa esperando com a 1ª pergunta.
A equipe resolve a pergunta (a evangelizadora sabe a resposta) e a evangelizadora que acompanha o grupo entrega a 2ª pista (que levará à 2ª pergunta).
(ENVELOPES NUMERADOS DAS PISTAS – ENTREGAR O 2º ENVELOPE)

2ª- pista
A equipe chega ao local, tem uma pessoa esperando com a 2a pergunta.
A equipe resolve a pergunta (a evangelizadora sabe a resposta) e a evangelizadora que acompanha o grupo entrega a 3ª pista (que levará à 3ª pergunta).
(ENVELOPES NUMERADOS DAS PISTAS – ENTREGAR O 3º ENVELOPE)

3ª pista
A equipe chega ao local, tem uma pessoa esperando com a 3a pergunta.
A equipe resolve a pergunta (a evangelizadora sabe a resposta) e a evangelizadora que acompanha o grupo entrega a 4ª pista (que levará à 4ª pergunta).
(ENVELOPES NUMERADOS DAS PISTAS – ENTREGAR O 4º ENVELOPE)

4ª pista –
A equipe chega ao local, tem uma pessoa esperando com a 4a pergunta.
A equipe resolve a pergunta (a evangelizadora sabe a resposta) e a evangelizadora que acompanha o grupo entrega a 5ª pista (que levará ao salão e à 5ª pergunta). (ENVELOPES NUMERADOS DAS PISTAS – ENTREGAR O 5º ENVELOPE)



5ª pista –
A equipe chega ao local, tem uma pessoa esperando com a 5a pergunta.
A equipe resolve a pergunta (a evangelizadora sabe a resposta) e é orientado a encontrar a 6ª pista nos envelopes que foram entregues a eles. O baú do tesouro estará no local que tem a palavra nos envelopes das perguntas.
O grupo irá eleger 2 pessoas para irem até onde está o baú, que deve ser carregado de volta para onde toda a equipe está.
O baú estará fechado e com uma mensagem no envelope colado na parte de cima dele.


“Sua caminhada foi longa, pesada e trabalhosa até aqui.
Você reencarnou e desencarnou várias vezes e muito aprendeu em todas as suas vidas.
Enfim compreendeu que deve deixar pra trás todo sentimento ruim e todas as coisas pesadas que estavam travando a sua evolução.
ABRA O BAÚ E PASSE O SEU CONTEÚDO A CADA UM DO GRUPO.
Viu como essa bolsa está mais leve?
Vocês evoluíram. E descobriram que o melhor é carregar coisas leves em seu espírito, como Jesus há dois mil anos nos ensinou: o ­­ amor, a amizade, a alegria e o perdão.
ABRA A BOLSA QUE VOCÊ ENCONTROU NO BAÚ.
Distribua essa luz a cada um da equipe.
Agora vocês fizeram a sua luz interior brilhar!
Sejam felizes e deem um abraço em todas as pessoas da sua equipe.”


Enigmas:






Gostou dessa atividade?
Compartilha com seus amigos! De repente é uma ajudinha que podemos dar a pessoas que talvez só precisem de um enigma para uma brincadeira ou de ideias para tornar suas aulas mais divertidas! 

Grande abraço!


sexta-feira, 6 de julho de 2018

Kardequinho - Aula


Olá, pessoal!

Hoje o tema do nosso encontro é Kardec e a codificação da doutrina espírita, tendo como público alvo a infância. Nosso norteador é o currículo da FEB, este que você pode consultar e até mesmo fazer o download no link abaixo:
São curtos e prendem a atenção das crianças.
- Turma do Dequinho - Allan Kardec

-Meu primeiro livro espírita

- Evangelização - Quem foi Allan Kardec?


É interessante perceber o quanto as imagens chamam a atenção dos pequeninos. Há uma aproximação, tornando nosso codificador um amigo muito próximo. O apelido carinhoso, Kardequinho, apresentado no vídeo da TV CEI é aceito na hora pela nova turminha de amigos.

Em nossa infância, as crianças adoram pintar, então usamos as imagens dos vídeos para colorir e com a massinha de modelar uma forma de modelar nosso Kardequinho e poder levar para casa como lembrança do nosso encontro. 
Toda essa atividade foi embalada ao som das músicas do Cancioneiro Espírita. Em destaque Hydesville e O livro dos médiuns.


- Hydesville

- O livro dos médiuns

Cancioneiro Espírita

 Aproveite para destacar a importância dos estudos, de obedecer e honrar pai e mãe. Sem  esquecer de falar na importância de fazer o bem ao lado de Jesus.
 
Lyon (Imagem retirada da Internet)


Para os pré-jovens, sugerimos levar imagens da França antiga e da atual, destacando os locais das reuniões mediúnicas, da revista espírita e até do próprio túmulo de Kardec (local muito visitado). 
E, completando esta lista de sugestões, temos o filme "O Espiritismo de Kardec" nos dias de hoje, que você pode acessar no seguinte link:


Músicas sobre o tema:

- Kardec, Obrigado! - Grupo Bem (cd Allan kardec - O Homem Bicentenário) 

- Allan Kardec, o codificador - Clésio Tapety  (cd O caminho é amor)

Esperamos que tenham gostado.
Compartilhe conosco suas experiências deixando um comentário nesta postagem! ;)
Até a próxima.






quarta-feira, 16 de maio de 2018

Mensagens sobre evangelização

De vez em quando Postamos em nossa página do face alguma frase ou mensagem sobre a evangelização. Vamos colocá-las por aqui também, para que as pessoas que não possuem uma conta no facebook também tenham acesso a elas.












Grande abraço!

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Reencarnação




Esse é um dos temas basilares da nossa doutrina: acreditar que nascemos muitas e muitas vezes em corpos materiais diferentes e junto a pessoas a quem devemos e também a quem amamos é prova do amor de Deus a nós. Sua justiça e Sua bondade nos permitem a cada nova existência nos melhorarmos e transformarmos nossos sentimentos materialistas em algo divino. 
A reencarnação nos permite viver novas experiências junto àqueles a quem muito devemos e resgatar nossas dívidas com eles e conosco mesmos com muito amor em nosso coração a cada existência. 
Saber que reencarnamos é consolador. 
Ter a ideia de que podemos nos melhorar e viver em planos espirituais coniventes com nosso progresso é maravilhoso. 
Deus é bom demais! 


Aula 1 (Infância) - Reencarnação: o que é, objetivo.

Jogo:
 (Para 6 crianças. Aumenta-se um quadrado a cada duas crianças a mais)
Traçar  4 quadrados pela sala (2 círculos de quadrados – um dentro, outro fora - e uma linha – com o numero exato de crianças presentes - após cada um dele).
Depois dizer que vamos fazer um jogo em que o quadrado é nosso corpo e o objetivo é chegar até o traço do lado de fora tendo passado por todos os quadrados, sem poder repetir nenhum. A cada quadrado visitado se ganha um papelzinho de cor diferente. Quando eu disser ‘reencarnar’, elas devem ir pra um quadrado. Toda vez que eu disser ‘desencarnar’, elas devem sair do quadrado.
Durante o jogo lembrar:
- Não tem quadrado pra ir? Aguarde um pouco mais. Uma hora você consegue.
- Não pode entrar na mesma casa duas vezes, porque você não pode usar o mesmo corpo duas vezes. Ele é matéria e se desfaz.
- Não podem entrar dois na mesma casa, porque só um espírito pode ocupar um corpo.
Depois do jogo, sentar e conversar:
- Cada quadrado significa uma vida e muitas vezes não conseguimos reencarnar quando queremos, mas sempre teremos novas oportunidades pra podermos alcançar nosso objetivo que é evoluir e nos tornarmos espíritos bons.
- Por que um círculo dentro e outro fora? Quando evoluímos num determinado nível, passamos a outro e assim por diante até chegarmos à perfeição.
- Todo mundo chega à perfeição? Sim, todos. Um em cada ritmo. Seguindo tudo aquilo que se aprendeu nas vidas passadas.
- Por que vocês têm tantos papeizinhos nas mãos? (Todo conhecimento que adquirimos em uma vida levamos para as outras, a gente não perde).
- Alguma outra pergunta?
- O que a gente vai fazer com esses papeizinhos? O que a gente faz com aquilo que aprendeu nas nossas vidas? A gente usa pra fazer o bem.
- Vamos construir algo legal com esses papeizinhos? (Deixar que elas criem à vontade.)

(Material: Papéis coloridos e fita crepe pra fazer os quadrados, tesoura, cola, lápis de cor)


Aula 2 (Infância) - Planejamento reencarnatório
§  Levar 1 mala pequena.
§  Sentar com as crianças em volta da mala e perguntar:
- Pra que serve uma mala?
- Quando a gente viaja, o que precisa levar? (ouvir as respostas)
- E se a viagem for muito longa? E pra um lugar frio? (então quer dizer que a gente precisa ir preparado, certo?)
- Vamos abrir essa mala? (Levar algumas coisas dentro, para que elas possam deduzir como a pessoa é)
Ø  Biquíni
Ø  Creme de cabelo
Ø  Livrinhos
Ø  Repelente
Ø  Raquete de ping pong
Ø  Flauta
Então quer dizer que quando a gente viaja precisa se preparar, certo?
Para a nossa viagem de volta ao corpo material na terra, precisamos saber que deveremos trazer algumas coisas pra termos sucesso na encarnação. (Num bolso separado estarão escritas algumas palavras: A Paciência, verdade, Justiça, Bem, consciência,  Disciplina,Esperança, Coragem Bondade Fraternidade, Caridade AlegriaAmorHumildadePaz.

Passar para eles a história do Beto – a grande viagem. (10 minutos - Link abaixo)

Depois entregar a eles um boneco de papel para colorir e inventar uma história de como vai ser a vida daquele boneco ao reencarnar. (contar e a gente vai anotando tudo).
Vamos precisar: datashow, note, cx de som, mala e acessórios, papel com bonecos em preto e branco.



Aula 3 – Reencarnação: Justiça divina/ diversidades

Objetivo:

Compreender que Deus nos permite evoluir a cada existência através do nosso esforço em superar os problemas que causamos no passado e, por isso, devemos vivenciar algumas situações específicas.

 

Desenvolvimento:

Corrida maluca

1ª fase: Andar em cima de uma linha e voltar em 10 segundos, carregando uma bolinha de isopor numa colher.

2ª fase:

-Quem segurou a bola, na próxima fase vai com as mãos pra trás e carrega a colher na boca.

-Quem pegou a bola do chão, anda com os braços estendidos e em menos tempo.

- Quem deixou a bola cair mais de uma vez, vai com os olhos fechados, mas tem mais tempo.

E assim vai.

O objetivo da corrida é todos chegarem na parede e depois voltarem até nós. Ganha quem chegar até o fim, porém, cada criança tem um obstáculo diferente.

Após a corrida, sentar com eles e perguntar se todos tiveram as mesmas chances.

Não, não tiveram na 2ª vez. Por quê?

Agora vamos retomar. Novamente a corrida, agora todos podem andar no seu ritmo.

Se cair recebe uma segunda chance, mas tem de voltar pro início da linha.

E agora? Todos tiveram chances?

Conversar sobre a nova chance da reencarnação que Deus nos dá e o porquê da diversidade das pessoas.


- Pintar figuras de personagens diferentes e perguntar por que eles acham que somos diferentes. Deixá-los responder e explicar sobre a justiça divina e a necessidade que temos em cada encarnação.


Cantar a música O carrinho com eles (se possível, ver o vídeo).



 Dinâmica - causa e efeito/ livre-arbítrio


Material: Cartões com frases e uma caixa.

Descrição: O Evangelizador deverá fazer com que os alunos sentem em círculo e dividirá a turma em dois grupos .  Deverá distribuir pequenos cartões de papel com uma frase, somente para um grupo. O que estiver escrito no papel o aluno deverá fazer ao colega da direita (que pertence ao outro grupo). O que a gente não diz é que eles podem decidir não fazer o que está escrito ali ao colega – livre-arbítrio. Depois quem recebeu o cartão e efetuou a ação, deverá colocar o nome no verso do papel e devolver para caixa.  Quem não quis fazer deve escrever na frente da ação – Não fiz. Depois o Evangelizador pedirá que cada aluno do outro grupo, retire um cartão da caixa, leia o nome do colega e o procure. Faz para ele o que ele havia feito para o outro (o que está escrito no papel). Quem não realizou a ação recebe um abraço do colega.

Frases:

1. Dizer: Oi, tudo bem com você?;
2. Fazer careta;
3. Dar um abraço;
4. Dar um sorriso;
5. Mostrar a língua;
6. Dizer de forma brusca: sai pra lá seu chato;
7. Dizer: Você é muito simpático, gosto de você!;
8. Dizer: não gosto de você!;
9. Dizer: Quero ser seu amigo!;
10. Dar um aperto de mão.
  
 Comentário:  Nesse jogo trabalha-se a lei de causa e efeito e o livre-arbítrio, sabendo que os dois estão interligados e que a cada ação boa ou ruim que fizermos haverá um efeito a ela. Por isso a nossa escolha de realização deve refletir os ensinamentos de Jesus.



  • Músicas :
Reencarnação -  Clésio Tapety - Álbum "Fora da caridade não há salvação"/ Regravado Evangelizar é amar - cd 1
Reencarnação - Cd Portal - Hércules Mota
Nascer de novo - Cd Nascer de novo - Thiago Brito
Tal é a lei - cd 2 - Evangelizar é amar
Próxima estação - cd imortal - Evangelizar é amar
O carrinho - cd Sou criança - Evangelizar é amar
Pirlimpimpim - Cd Onde mora o coração - Júnior Vidal
Blues do reencontro - Cd Juntos Somos mais - Simplesmente almas
A lei da reencarnação - Cd Eu sou Alma - Simplesmente Almas



  •  Livros:
 A grande Viagem (Mirian Dusi)



  • Vídeos:
- A grande Viagem - Vídeo 10 minutos
https://www.youtube.com/watch?v=6-twfPUoPX4&t=82s

- Provas difíceis - Amigos da Luz
https://www.youtube.com/watch?v=tB4jFQAClDQ


- Advogado desencarnado (Dívidas morais em vidas passadas):
https://www.youtube.com/watch?v=6tnb99mA6aw&index=7&list=RDtB4jFQAClDQ

- Video clipe : O carrinho - Evangelizar é amar (cd Sou criança)

- Vídeo "Trocando de roupa"





Você pode estudar sobre esse assunto em:

- O livro dos espíritos:

132. Qual é a finalidade da encarnação dos Espíritos?
 — Deus a impõe com o fim de levá-los à perfeição: para uns, é uma expiação; para outros, uma missão. Mas, para chegar a essa perfeição, eles devem sofrer todas as vicissitudes da existência corpórea; nisto é que está a expiação. A encarnação tem ainda outra finalidade, que é a de pôr o Espírito em condições de enfrentar a sua parte na obra da Criação. É para executá-la que ele toma um aparelho em cada mundo, em harmonia com a matéria essencial do mesmo, a fim de nele cumprir, daquele ponto de vista, as ordens de Deus. E dessa maneira, concorrendo para a obra geral, também progredir.
Comentário de Kardec: A ação dos seres corpóreos é necessária à marcha do Universo. Mas Deus, na sua sabedoria, quis que eles tivessem, nessa mesma ação, um meio de progredir e de se aproximarem dele. É assim que, por uma lei admirável de sua providência, tudo se encadeia, tudo é solidário na Natureza.
 133. Os Espíritos que, desde o princípio, seguiram o caminho do bem têm necessidade da encarnação?
 — Todos são criados simples e ignorantes e se instruem através das lutas e atribulações da vida corporal. Deus, que é justo, não podia fazer feliz a uns, sem penas e sem trabalhos, e por conseguinte sem mérito.
 133. a) Mas então de que serve aos Espíritos seguirem o caminho do bem, se isso não os isenta das penas da vida corporal?
 — Chegam mais depressa ao alvo. Além disso, as penas da vida são frequentemente a consequência da imperfeição do Espírito. Quanto menos imperfeito ele for, menos tormentos sofrerá. Aquele que não for invejoso, nem ciumento, nem avarento ou ambicioso, não passará pelos tormentos que se originam desses defeitos.
 (...)
166. A alma que não atingiu a perfeição durante a vida corpórea como acaba de depurar-se?
 — Submetendo-se à prova de uma nova existência.
 166 – a) Como ela realiza essa nova existência? Pela sua transformação como Espírito?
 — Ao se depurar, a alma sofre sem dúvida uma transformação, mas para isso necessita da prova da vida corpórea.
 166 – b) A alma tem muitas existências corpóreas?
 — Sim, todos nós temos muitas existências. Os que dizem o contrário querem manter-vos na ignorância em que eles mesmos se encontram; esse é o seu desejo.
 166 – c) Parece resultar, desse princípio, que após ter deixado o corpo a alma toma outro. Dito de outra maneira, que ela se reencarna em novo corpo. É assim que se deve entender?
 — É evidente.
  167. Qual a finalidade da reencarnação?
 — Expiação, melhoramento progressivo da Humanidade. Sem isso, onde estaria a justiça?
 168. O número das existências corpóreas é limitado ou o Espírito se reencarna perpetuamente?
 — A cada nova existência o Espírito dá um passo na sendo do progresso: quando se despojou de todas as impurezas, não precisa mais das provas da vida corpórea.
 169. O número das encarnações é o mesmo para todos os Espíritos?
 — Não. Aquele que avança rapidamente se poupa das provas. Não obstante, as encarnações sucessivas são sempre muito numerosas porque o progresso é quase infinito.
 170. Em que se transforma o Espírito depois de sua última encarnação?
 — Espírito bem-aventurado; um Espírito puro.
171. Sobre o que se funda o dogma da reencarnação?
— Sobre a justiça de Deus e a revelação, pois não nos cansamos de repetir: um bom pai deixa sempre aos filhos uma porta aberta ao arrependimento. A razão não diz que seria injusto privar para sempre da felicidade eterna daqueles cujo melhoramento não dependeu deles mesmos? Todos os homens não são filhos de Deus? Somente entre os homens egoístas é que se encontram a iniquidade, o ódio implacável e os castigos sem perdão.
 Comentário de Kardec: Todos os Espíritos também tendem à perfeição, e Deus lhes proporciona os meios de consegui-la, com as provas da vida corpórea. Mas, na sua justiça, permite-lhes realizar, em novas existências, aquilo que não puderam fazer ou acabar numa primeira prova.
  Não estaria de acordo com a eqüidade, nem segundo a bondade de Deus, castigar para sempre aqueles que encontraram obstáculos ao seu melhoramento, independentemente de sua vontade, no próprio meio em que foram colocados. Se a sorte do homem fosse irrevogavelmente fixada após a sua morte, Deus não teria pesado as ações de todos na mesma balança e não os teria tratado com imparcialidade.
  A doutrina da reencarnação, que consiste em admitir para o homem muitas existências sucessivas, é a única que corresponde a ideia da justiça de Deus, com respeito aos homens de condição moral interior; a única que pode explicar o nosso futuro e fundamentar as nossas esperanças, pois oferece-nos o meio de resgatarmos os nossos erros através de novas provas. A razão assim nos diz, e é o que os Espíritos nos ensinam.
  O homem que tem consciência da sua inferioridade encontra na doutrina da reencarnação uma consoladora esperança. Se crê na justiça de Deus, não pode esperar que, por toda a eternidade, haja de ser igual aos que agiram melhor do que ele. O pensamento de que essa inferioridade não o deserdará para sempre do bem supremo e que ele poderá conquistá-lo através de novos esforços o ampara e lhe reanima a coragem. Qual é aquele que, no fim da sua carreira, não lamenta ter adquirido demasiado tarde uma experiência que já não pode aproveitar? Pois esta experiência tardia não estará perdida: ele a aproveitará numa nova existência.






Se você tem mais sugestões de dinâmicas, aulas, vídeos, músicas, livros e filmes, pode falar pra gente! É muito bom poder compartilhar ideias com nossos irmãos de caminhada! 
Grande abraço e uma ótima aula!